You are currently viewing Aço carbono enferruja?

Aço carbono enferruja?

O aço carbono enferruja? O aço carbono é uma liga metálica e sua composição de liga traz ao aço um nível de resistência mecânica de concentração de carbono de 0,008% a 2,11%. Por ter um custo acessível, existem diversas possibilidade de resistências e aplicações.

Quando comparado ao aço inoxidável, o carbono possui uma resistência menor ao desgaste. Mas, dependendo da concentração de carbono há uma maior resistência quanto à oxidação.

Amplamente utilizado na construção civil e indústria, o aço carbono é o resultado da combinação do ferro e do carbono. Continue lendo e confira mais alguns detalhes sobre suas propriedades e principais aplicações.

O que é aço carbono?

O ferro gusa é a base usada para criar diversos tipos de aço que se ajustam no nível de resistência do aço dos mais rígidos, aos com maior resistência e rigidez.

Basicamente, o aço carbono é composto por ferro e carbono. O aço carbono recebe esse nome pois o carbono é o principal elemento endurecedor, e o silício, manganês e fósforo ajustam o seu nível de resistência.

A quantidade de carbono é quem define a classificação e cada tipo tem características e aplicação diferente, acompanhe.

O aço carbono pode enferrujar?

O aço carbono enferruja?

Tipos de aço carbono

Baixo carbono

Abaixo de 0,30% sua ductilidade e tenacidade são altas, mas a dureza e resistência são baixas, oferece baixo custo de produção e geralmente é aplicado na construção civil.

Médio carbono

De 0,30% a 0,60% tem menor tenacidade e ductilidade e maior dureza e resistência do que o baixo carbono, além de ter carbono suficiente para receber tratamento térmico. É aplicado em equipamentos ferroviários ou que precisem de elevadas resistência mecânica ao desgaste e tenacidade, como engrenagens.

Alto carbono

De 0,60% a 1% com maior dureza e resistência, mas com a menor ductilidade entre os aços carbono. Comumente, são utilizados temperados e aplicados em martelos, facas, talhadeiras e folhas de serrotes.

Leia também:

Porque o aço carbono oxida?

A corrosão é um processo de deterioração de metais causada por agentes naturais pela interação dos átomos da superfície do metal com o oxigênio. Quando esse material contém ferro, chamamos esse processo de ferrugem.

A ferrugem se origina de dois processos químicos:

  1. Oxidação (retirada de elétrons livres de um átomo);
  2. Redução (quando um átomo toma elétrons livres para si).

Para que a corrosão aconteça devem existir elétrons livres, isto é, átomos que necessitem de elétrons para se estabilizar e um meio pelo qual isso vai acontecer, como no caso dos metais, a água.

Existem diversos tipos de corrosão que vão desde interferência na aparência até os mais graves que causam a perda mecânica e falhas nas peças. E essa corrosão pode afetar todo o material ou em algumas partes dele.

Principais aplicações do aço carbono

Além da construção civil, o aço carbono é utilizado em algumas aplicações, como:

  • Brinquedos;
  • Usinagens;
  • Serralheria;
  • Prateleira industrial;
  • Estruturas metálicas;
  • Corrimão de escadas;
  • Painel backlight de aço carbono;
  • Matéria-prima para obras de arte;
  • Placas para produção de tubos de aço;
  • Equipamentos ferroviários, ginástica e hospitalares;
  • Engrenagens de peças de máquinas que necessitam de alta resistência mecânica.

Motivos do porquê o aço carbono enferruja

Aço carbono cromado enferruja?

O aço cromado oferece um brilho e vida, mas sua manutenção requer atenção e cuidado. Só para exemplificar, não se deve deixá-lo em um ambiente úmido, pois em contato com a água pode provocar a oxidação (ferrugem). E mais, o acúmulo de sujeira também pode fazer com que a peça enferruje por isso a sua limpeza é fundamental.

Quais metais não enferrujam

A ferrugem não tem uma estética agradável, altera as propriedades químicas e as características do material. Por isso, muitas pessoas que estão à frente do projeto de seleção de materiais tentam evitar os materiais que oxidam.

Os metais mais comuns que não enferrujam são:

  • Cobre;
  • Latão;
  • Bronze;
  • Alumínio;
  • Aço galvanizado;
  • Aço inoxidável (em alguns graus).

Agora que você já entende um pouco mais do assunto a dica é escolher um fornecedor de qualidade para investir em materiais excelentes para que seus projetos fiquem como você planejou. Entre em contato conosco e confira nossos produtos.


Gostou do nosso conteúdo? Não deixe de conferir os nossos outros artigos:

Deixe um comentário